Zé Urbano

Loading...

domingo, 19 de outubro de 2008

COMETER AMOR

COMETER AMOR

Se um cometa eu fosse,

loucuras cometeria.

Deixaria rastros de esperança e alegria

ao atravessar a noite escura;

e a outra estrela de ciúmes morreria

ao saber que até o infinito eu iria

a tua procura.

Um comentário:

SIMONE GOIS disse...

Oi Zé,
Que legal sua visita, obrigada pelo comentário.
Vejo que seu blog é novo, seja bem vindo!
Imagino que esse poema já tenha uma melodia, é muito harmônico.
Já te linkei, pra acompanhar teu trabalho,ok.
abraço
simone